segunda-feira, 28 de maio de 2012

46 Anos no Ventre da Mãe - O Parto do Bebê de Pedra

Zahra. Fugiu do hospital com medo do parto



No Marrocos, Aboitalib Zahra, 75 anos, depois de permanecer "grávida" durante 46 anos, finalmente, deu à luz, um filho de pedra. Tudo começou em 1965 quando Zahra sentiu as dores do parto.

Foi levada à um hospital mas, depois de ver uma mulher morrer na mesa de operação durante uma cesariana, ela fugiu. Voltou para sua pequena aldeia nos arredores de Casa Blanca.


As dores foram desaparecendo, o bebê parou de se mexer e Zahra passou a considerar o filho em seu ventre como um "bebê adormecido" que, segundo a crença popular, são bebês que vivem dentro do ventre damãe para proteger sua honra (dela, da mãe)...


Recentemente, já idosa, Zahra voltou a sentir dores e desta vez, atendida em um hospital, os médicos realizaram um ultrasom e descobriram que o "bebê adormecido", na verdade, tratava-se de um caso, cientificamente chamado, de gravidez ectrópica.



 O quê mais surpreende os médicos é que a mulher tenha sobrevivido com o feto morto em seu corpo como se aquilo fosse apenas um outro órgão. Depois de uma cirurgia que durou quase cinco horas, o bebê calcificado foi removido.


Os bebês de pedra ou lithopedions, são um fenômeno extremamente raro segundo a documentação da crônica médica. No Journal of the Royal Society of Medicine consta que apenas 290 destes casos foram registrados em todo o mundo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...