segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Itatiba: O mistério do O.V.N.I continua







Um estranho objeto avistado durante a madrugada da quarta-feira, 24/12, continua causando mistério, em Itatiba. 


Logo após serem divulgadas as imagens do suposto O.V.N.I, no céu da cidade, o assunto acabou causando uma grande polêmica. As opiniões se dividiram, em ‘crédulos e incrédulos’. Houve um grande número de suposições feitas por “pseudo-especialistas” no assunto, brincadeiras associando o susposto objeto a figura do Prefeito Municipal, do Papai Noel, da Xuxa e etc. 


Além disso, algumas pessoas que desconheciam o real significado da palavra O.V.N.I (Objeto Voador Não Identificado), acabaram fazendo diversas afirmações, em seus comentários. O suposto objeto foi flagrado por uma câmera fotográfica “Canon t3″ de Cleber Quintino, em modo automático. 


Ela estava registrando fotos do céu da cidade sem filtro na lente, sem a presença do fotógrafo e sobre a laje de uma residência, no Jd. Arizona. Entretanto, algumas pessoas que também presenciaram a cena e fizeram registros, começaram a divulgar seus testemunhos e imagens logo após a veiculação da notícia, nas redes sociais.


Primeiramente, durante a madrugada do dia, 24/12, um outro registro foi feito com características semelhantes as fotos tiradas, no Jd. Arizona. As imagens foram gravadas através de um celular por Lucas Almeida e postada publicamente nesta sexta-feira, 26/12, por volta das 17h, nas redes sociais. Nelas, o suposto objeto lembra a figura de um balão pairando sobre o céu, com um brilho azul e luzes piscando, em sua volta. 



E, na quinta-feira, 25/12, por volta das 12h05, Aline Santos, moradora do Engenho, também registrou através do celular, um suposto objeto apresentando características semelhantes ao que foi divulgado. 


Assim que presenciou a cena, ela rapidamente pegou seu celular e gravou por apenas 10 segundos o suposto objeto, pois o Sol estava muito forte impossibilitando a visibilidade, naquele momento. Durante a gravação das imagens, o suposto objeto pairando no céu, aparentava ser um balão solar sem nenhuma luz ao seu redor, de cor preta ou cinza escuro e vermelho, em uma das extremidades.


Nas fotos do primeiro episódio, a fotógrafa profissional, Karen Isis, emitiu seu parecer técnico através da análise feita nas imagens originais com exif (especificação seguida por fabricantes de câmeras digitais que gravam informações sobre as condições técnicas de captura da imagem junto ao arquivo da imagem propriamente dita, na forma de metadados etiquetados), acreditando que na ocasião, a umidade do ar estava alta, onde pequenas partículas de água se condensaram na lente da câmera criando um fenômeno de refração de luz, pois as luzes do local e dos postes abaixo são as mesmas. 


Portanto, as partículas funcionaram como uma espécie de prisma (sólido geométrico), refratando a luz do barracão, no céu. E, mesmo sendo um fenômeno de refração de luz, não deixaria de ser um Light Paint (pintar com a luz ou pintura de luz), da empresa localizada abaixo.


Embora o parecer técnico feito por um profissional em fotografia levante a hipótese de uma refração de luz ou Light Paint, resta saber agora o parecer técnico de um ufólogo ou de um especialista que possa atestar a veracidade ou não das imagens, pois os vídeos e as fotos registradas apresentam ângulos e divergências, em cenas diferentes.





Fonte: Itatiba News

Um comentário:

adriano mendonça disse...

não faz sentido a explicação de refração.Seria se ele por acaso visse na foto revelada o fenômeno,bem diferente de ver a olho nu e daí fotografar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...