sábado, 28 de fevereiro de 2009

O incrível peixe abissal com a cabeça transparente

O barreleye desenvolveu a habilidade sem igual de mover seus olhos dentro de sua própria cabeça, assim pode ver os predadores e a comida nos mares escuros


Este fantástico peixe barreleye realmente tem os olhos na parte de trás da cabeça.

Habituado a viver nas profundezas escuras do mar, o animal desenvolveu uma única e incrivelmente útil capacidade para detectar predadores, esgueirar-se deles, e não tornar-se um potencial alimento - através da sua própria cabeça.

Durante a sua evolução, o Macropinna microstoma desenvolveu uma cabeça transparente, e seus olhos são capazes de se mover dentro da cabeça e olhar em diferentes direções.



Único: A criatura espreita a profundidades de até 2,600ft onde o sol não pode penetrar e quando avista um peixe menor ou plâncton ele ataca da escuridão e rapidamente engole a sua presa


Vista de frente, a criatura parece ser um peixe comum. Mas as diferenças tornam-se evidentes quando olhado de lado ou de cima.

Enquanto seu corpo é predominantemente escuro, a parte superior de sua cabeça é transparente, e os seus olhos são claramente visíveis.

Os cientistas acreditavam que o peixe barreleye só podia olhar para cima, mas eles descobriram recentemente que a criatura pode também olhar para a frente para alinhar a sua boca com os seus olhos.

Segundo os biólogos evolucionistas, ele desenvolveu esse sentido poderoso de visão como o resultado de um meio ambiente severo nas profundezas.

O peixe, que tem poucos centímetros de comprimento, vive em uma grande profundidade, imediatamente abaixo de onde a luz solar penetra na água.

Isto significa que as criaturas ao redor não podem ver claramente. Predadores ocultos acima não podem localizar o que está logo abaixo, mas podem olhar para cima e caçar pequenos peixes e plâncton.

Quando uma presa adequada é identificada, o barreleye sai da escuridão e rapidamente ataca, engolindo suas presas.

Para evitar olhar para o sol, quando se move em águas rasas, a criatura pode girar os olhos e olhar em frente para que possa ver onde está nadando.

Seus olhos brilham com uma incrível luz verde brilhante, e os investigadores acreditam que possa ter desenvolvido uma forma de filtrar a luz, o que lhe permite ignorar a luz solar e enxergar com a bioluminescência de pequenos peixes e medusas - seu prato preferido.

Os dois buracos que se parecem com olhos na parte da frente do peixe são orgãos olfativos, semelhantes as narinas humanas.

O barreleye tem um líquido cristalino sobre os seus olhos, mantido no lugar por uma membrana minúscula.

Se por qualquer razão ela rompe-se, os seus olhos ficariam expostos ao mar e à pressão que existe na profundidade entre 2000 e 2600ft (600 a 800 metros), e isso iria matá-lo instantaneamente.


Fonte: Daily Mail


Caranguejo mutante é encontrado na Grã-Bretanha

Ali tem três pinças em vez de duas em sua garra esquerda.


Um caranguejo mutante com uma pinça de três extremidades em uma das garras foi adotado por um aquário em East Sussex, na Grã-Bretanha.

O crustáceo, chamado de Ali, foi apanhado durante o fim-de-semana por um pescador, que o doou ao aquário Blue Reef após notar a característica incomum.

O membro complementar, na garra esquerda de Ali, mede cerca de 15 centímetros.

O curador do aquário, Daniel Davies, disse que caranguejos são capazes de regenerar membros e pinças machucados, mas que, no caso de Ali, um ferimento acabou provocando o surgimento de uma extremidade adicional na pinça.

"Não sabemos se Ali consegue usar a pinça extra da garra, mas como sabemos o quão poderosas as garras de caranguejos podem ser, não queremos descobrir da forma dolorosa", disse Davies.

Ali, um caranguejo comestível, ganhou um lugar especial no aquário.

"Foi muita sorte o pescador ter percebido o quão incomum Ali era porque, caso contrário, acredito que ele teria terminado em uma panela", afirmou Davies.


Fonte: BBC

Achado no Peru fóssil de ave gigante de 10 milhões de anos


A ave, que tinha cerca de 6 metros de envergadura, se alimentava principalmente de animais marinhos.

Uma equipe de paleontólogos descobriu os restos do crânio de uma ave gigante que viveu há cerca de 10 milhões de anos, numa região do Peru considerada um "cemitério" de animais pré-históricos, disse um pesquisador nesta sexta-feira, 27.

A ave, que tinha cerca de 6 metros de envergadura, se alimentava principalmente de animais marinhos e desapareceu há cerca de 2,5 milhões de anos devido à mudança climática no planeta, disse à Reuters o paleontólogo Mario Urbina.

"O crânio da ave, da família dos Pelagornitídeos, é o mais completo já achado no mundo. Seus restos fósseis são difíceis de encontrar", disse Urbina, que localizou os restos do animal no deserto de Ocucaje, em Ica, no sul do Peru.

"Este sítio é uma zona de sedimentos marinhos. (O fóssil) estava misturado com outros restos, como baleias, tubarões e tartarugas", acrescentou.

Uma das características mais peculiares dessa ave é que ela tem dentes, que nascem no bico do animal. O fóssil encontrado mede cerca de 40 centímetros e será exibido ao público a partir de sábado no Museu de História Natural do Peru.

"Os dentes serviam para segurar sua presa. Este era um animal que talvez só podia prender e comer a presa enquanto voava. Era muito difícil que decolasse do solo, para decolar necessitava de um despenhadeiro. Eram aves planadoras", comentou.

O animal, que vivia em um ambiente tropical, surgiu há cerca de 50 milhões de anos e se extinguiu quando a costa peruana começou a esfriar, segundo o estudioso.


Fonte: Estadão

DALLAS: OBJETO MISTERIOSO ATRAVESSA TELHADO

Dallas


A polícia de Dallas, Texas, informou que um objeto cadente não identificado caiu do céu com bastante velocidade, furando o telhado, e caindo no segundo piso de uma casa de Dallas.

O policial Kevin Janse disse quarta-feira que o pedaço de metal, com dois buracos de broca e quase três quilos, caiu na terça-feira a noite quando a pessoa que informou o incidente não estava em casa. Janse confirmou que ninguém ficou ferido.

Oficiais não puderam determinar a fonte do escombro. Testes radioativos no metal deram negativo. Várias agências estatais foram informadas do incidente, mas Janse afirmou que nenhuma ofereceu uma teoria sobre o que aconteceu. Janse acrescentou que não há nenhum relatório de incidentes semelhantes na área de Dallas-Fort Worth.


Fonte: The New York Times

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

POLVO ABRE VÁLVULA E INUNDA O AQUÁRIO DE SANTA MÔNICA, E.U.A


Um polvo hoje, conseguiu soltar uma válvula de controle de água no aquário do píer de Santa Monica, inundando a instalação com mais de 200 galões ( 750 litros) de água salgada.

"O polvo achou algo solto e puxou. Eles são criaturas muito inteligentes", disse Tara Treiber, o gerente de educação do aquário.

"Um trabalhador que chegou esta manhã achou água transbordando do tanque e "um laguinho adorável", com aproximadamente 3 polegadas de água salgada, que danificou os tapetes recentemente instalados, como também paredes e fachadas".

"O dano poderia ter sido muito pior se os trabalhadores tivessem descoberto a válvula aberta depois, prejudicaria potencialmente toda a vida marinha lá dentro", disse Treiber.


Fonte: Los Angeles Times


Departamento Geral de Segurança da Força Aérea Italiana divulgou avistamentos de 2008


O Departamento Geral de Segurança da Força Aérea Italiana, indicou três avistamentos de objetos voadores não identificados em 2008.

O general Roberto Di Giorgio, chefe do Departamento Geral de Segurança da Força Aérea, disse: "Os dados sobre avistamentos são recolhidos e publicados.

O objetivo não é apenas porque a atividade estatística é realizada por motivos de segurança. A primeira preocupação é garantir que aquilo que é avistado tem implicações relativas à segurança de voo, tanto de civis quanto militares.

Os casos registrados e a difusão on-line no portal www.aeronautica.difesa.it são aqueles que não conseguem encontrar uma imediata explicação lógica que conduza a fenômenos naturais, humanos ou de outra forma 'terrestres', tais como um balão-sonda. "

Mas quais são esses três casos enumerados pela aeronáutica? O primeiro é um avistamento que ocorreu em 2 de março de 2008 em Terrasini (Palermo).

Aqui algumas pessoas alegaram ter visto voando a cerca de 200 metros um objeto esférico. A segunda diz respeito a um avistamento que ocorreu em 28 de julho em Riccione, onde as pessoas viram um objeto de forma "irregular" girar e "flutuar sobre si mesmo."

A terceira diz respeito a uma observação que ocorreu em torno de 21 de agosto também em Riccione. Desta vez, algumas pessoas notaram uma " bola vermelha que "queimava" enquanto voava a cerca de 1.500 metros de altura.

"A grande maioria dos relatórios - disse o general Di Giorgio - encontra uma explicação em um curto espaço de tempo. Não é incomum ver quem troca um balão por um OVNI."

O general Di Giorgio, disse que não exclui que possa estar lidando com "inteligências extraterrestres", mas ele acrescentou também que, "não há provas sobre a existência ou não de formas de vida extraterrestres."

Os avistamentos registrados no ano passado estão sendo adicionados a numerosos outros relatórios anteriores.

Também em 2007 foram registrados três casos de avistamentos OVNI por militares da aeronáutica. O ano em que no entanto, foi registrado o maior número de relatos OVNIS foi 2001, com 12 casos.


Fonte: magazine.excite.it


Polônia: Fantasma supostamente assombra igreja de aldeia



Paroquianos de uma igreja católica na Polônia reclamam que estão constantemente vendo um fantasma rezando dentro do edifício.

A Igreja, localizada na aldeia de Szedzislawiu, na Baixa Silésia, tem sido supostamente assombrada pelo espírito durante meses.

Aparentemente, três membros da Igreja viram o fantasma em ocasiões distintas. Ele foi visto na frente da igreja, olhando para cima de um sinal que diz em polaco "Jesus, eu confio em você", e também foi visto ajoelhado em um banco.

A figura mostra-se desfocada, é transparente e parece ser do sexo masculino. O padre da congregação planeja realizar uma oração especial para o espírito, na esperança de que ele possa ajudá-lo a subir ao céu. Uma das testemunhas comentou que ele parecia fazer penitência pelos pecados passados.

Uma teoria é de que o fantasma é o espírito de um homem que antes do falecimento trabalhou na renovação da Igreja e pegou algum dinheiro emprestado de paroquianos, mas nunca pagou o seu empréstimo.

Ele vem para pedir perdão e ajuda para entrar no céu. Alguns congregantes estão sugerindo que, quando as incompletas obras de renovação terminarem o espírito vai finalmente sair.


Fonte: All News Web

Ingleses afirmam ter gravado imagens de fantasma em bar

video


Suposta alma penada teria sido flagrada por câmera de telefone celular. Antigo dono do imóvel afirma que local é assombrado por "caubói".

Um grupo de amigos afirma ter gravado imagens de um fantasma que assombraria um bar na cidade de Tunstall, no condado de Staffordshire, no norte da Inglaterra. As imagens, supostamente mostram o fantasma passeando dentro do pub.

"Só pode ser um fantasma. Não há outra explicação", acredita Vince Bundy, 43 anos, que estava na mesa enquanto seu amigo, Andy Willett, gravava as imagens para testar a câmera de um aparelho celular.

Só depois, ao abrirem o vídeo, é que os dois perceberam a suposta assombração que estaria de chapéu e colete.

De acordo com Bundy, um proprietário antigo do pub afirmou que o local seria "habitado" pela alma de um velho vaqueiro. "O filho do dono dizia que o caubói circulava por ali, procurando suas meias", conta.



Fonte: G1/The Sun


PEIXE PSICODÉLICO É ENCONTRADO NA INDONÉSIA


Uma nova espécie de peixe-sapo foi encontrada nas águas rasas da ilha de Ambon na indonésia oriental. Batizada de psicodélica, por um professor da Universidade de Washington, a espécie faz parte do gênero dos antennariidae.

O peixe foi descoberto há um ano atrás, inicialmente por instrutores de mergulho que trabalham para um agente de turismo.

Agora, Ted Pietsch, da Universidade de Washington, e autor de um trabalho publicado na edição deste mês do jornal científico Copeia, o diário da Sociedade americana de Ictiologistas e Herpetologistas, mandou analisar o DNA do animal e foi constatado que se trata realmente de uma nova espécie.


Fonte: Telegraph

GUEPARDO RARO FOTOGRAFADO NO SAARA


Um "incrível, raro e esquivo" chita foi fotografado usando câmeras-armadilha no Saara argelino por cientistas da Zoological Society of London (ZSL).


Possivelmente existem menos de 250 adultos de guepardos saarianos no noroeste africano, fazendo com que essa subespécie esteja criticamente em perigo. Porém muito pouco se sabe sobre o felino.

As primeiras fotografias do guepardo com câmera-armadilha, foram tiradas como parte de um estudo sistemático em 1750 milhas quadradas no Saara central. Os cientistas estão próximos de conseguir informações sobre a população, o movimento e o modo como ele interage no seu ambiente.

O guepardo, ou chita, é encontrado em todo o deserto do Saara, e savanas do norte e oeste da África, em uma pequena e fragmentada população. Se acredita que a maior delas esteja na Argélia.

O estudo identificou quatro diferentes guepardos Saarianos, analisando o padrão de suas manchas, que são únicos para cada animal.

A pesquisa fotográfica também confirmou a presença de gatos da areia na região, e confirmou que o antílope oryx - já extinto na selva - viveu uma vez na área.

A doutora Sarah Durant, investigadora sênior da ZSL, disse: "O chita do Saara está criticamente ameaçado, mas não se sabe quase nada sobre a sua população, esta nova prova, e os trabalhos de pesquisa em curso, são extremamente significativos."

Farid Belbachir, pesquisador estudante da ZSL e da Universidade de Bejaia, na Argélia, afirmou: "Esta é uma rara e esquiva subespécie de chita, e atualmente sua população esta estimada em menos de 250 indivíduos adultos". "Este estudo nos fornecerá informações sobre a população, movimentação e ecologia".

A pesquisa é realizada pela ZSL, pelo Office du Parc National de l'Ahaggar e pela Université de Bejaia, com o apoio da Wildlife Conservation Society e Panthera, uma organização dedicada à conservação das 36 espécies de gatos selvagens no mundo.


Fonte: Telegraph

Mesmo acorrentado, elefante destrói carro em cidade indiana


O animal furioso destrói um carro na cidade de Kochi, no sul da Índia. O elefante só foi controlado depois de três horas. (Foto: Reuters)

Correntes amarradas às patas não impediram que um elefante destruísse um carro ao tentar alcançar galhos pendurados acima de um telhado na cidade de Kochi, na Índia. O animal levou pânico à população e só foi controlado três horas mais tarde por especialistas.

É comum que elefantes circulem nas ruas das cidades indianas. Eventualmente eles se assustam e têm "ataques de fúria" em meio às pessoas. No distrito de Kochi, nos últimos dois anos, foram registrados ao menos seis episódios em que elefantes se descontrolaram.


Fonte: Terra

Arraia pescada por inglês pode ser o maior peixe de água doce do mundo


O biólogo inglês Ian Welch (foto) pescou, em um rio da Tailândia, uma arraia gigante que pode ter até 350 quilos e que seria o maior peixe de água doce já pescado



O biólogo britânico Ian Welch, de 45 anos, pescou uma arraia, em visita à Tailândia, pode ser o maior peixe de água doce conhecido.

Com a ajuda de mais 12 homens, ele conseguiu tirar do rio Maeklong o animal, que tinha 2 metros de comprimento, 2 metros de largura e que tem peso estimado entre 265 quilos e 350 quilos.

De acordo com a imprensa inglesa, que divulgou o feito nesta quinta-feira (26), Welch visitou a Tailândia para participar de um programa que tem como objetivo marcar e contar os animais para ajudar a preservação da espécie.


O biólogo Welch posou para fotos com a enorme arraia que pescou na Tailândia


Ele fisgou o animal durante as pesquisas e disse quase ter sido puxado para fora do barco. “Ela me arrastou pelo barco e eu só não caí porque um colega me segurou pelas calças”, disse Welch, que pesa 73 quilos, segundo o jornal The Guardian.

Depois disso, a arraia enterrou-se no fundo do rio e ficou presa. A luta de Welch com o animal durou uma hora e meia, mas após conseguir tirar a arraia do fundo do rio, a missão ficou mais fácil. “Assim que vimos o animal, todos ficamos em silêncio, porque estávamos com medo daquela coisa”, disse Welch.

Os homens então colocaram uma rede embaixo do animal e foi preciso a ajuda de 12 pessoas para trazê-la ao barco. “Eu estava totalmente exausto e não fiz mais nada pelo resto do dia, apenas tomei uma cerveja”, disse o biólogo.

Após colocar a arraia no barco, Welch cobriu a extremidade venenosa do rabo (que media 3 metros) com um pano, para marcar o animal e retirar amostras de DNA. Depois disso, a arraia, que era uma fêmea grávida, foi devolvida para o rio Maeklong.

“Sempre fui pescador e biólogo, e é ótimo que as minhas duas paixões tenham se unido em algo que eu nunca poderia ter sonhado”, afirmou.

As medidas da arraia fazem crer que ela tem pelo menos 265 quilos, peso que pode chegar a 350 quilos. De acordo com a revista Angler's Mail, para a qual Welch trabalha, isso pode fazer com que a arraia seja o maior peixe de água doce já pescado, batendo o recorde estabelecido em 2005 por um tailandês que pescou um peixe-gato de 293 quilos no rio Mekong, também na Tailândia.

Apesar de os números serem desconhecidos, especialistas estimam que a população de arraias gigantes de água doce caiu 20% nos últimos dez anos, aumentando a preocupação sobre a possível extinção do animal.


Fonte: Época/Guardian


Astrônomos europeus fotografam 'olho cósmico'

A nébula Hélix fica a 700 anos-luz da Terra (foto: Cortesia ESO)


O Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês), que fica no alto de uma montanha em La Silla, no Chile, fotografou a nébula Hélix, que fica a uma distância de 700 anos-luz da Terra, na constelação de Aquário, e é conhecida como 'olho cósmico'.

A nébula é formada por gás e poeira lançados por uma estrela central de pouca luminosidade, já em vias de desaparecer.

De acordo com o ESO, o principal anel de Hélix tem um diâmetro de cerca de dois anos-luz - ou seja, de mais de 18 trilhões de quilômetros.

Apesar da imagem espetacular, é difícil ver a nébula pois sua luz é dissipada por uma vasta área do espaço. Hélix apareceu pela primeira vez em uma lista de objetos compilada pelo astrônomo alemão Karl Ludwig Harding, em 1824.

O nome vem das primeiras fotografias tiradas, em que a nébula parecia ter um formato de sacarrolha. Segundo o ESO, estudos indicam que ela é formada por pelo menos dois anéis externos.

O disco interno, que pode ter sido formado há cerca de 12 mil anos, parece estar se expandindo a uma velocidade de 100 mil quilômetros por hora.

Os astrônomos acreditam que a nébula Hélix está relativamente perto da Terra e que, por isso, pode ser estudada de maneira mais minuciosa, disse o ESO.


Fonte: BBC

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Novo dinossauro descoberto em Portugal


Um novo dinossauro que andou na Terra a 150 milhões de anos atrás, foi encontrado em Portugal.

Seu esqueleto parcial inclui os únicos restos de crânio conhecidos de qualquer estegossauro europeu, uma fileira de placas ósseas e uma cauda pontuda, provavelmente usada como arma.

A criatura herbívora foi descoberta numa aldeia perto de Lourinha, e devido ao seu longo pescoço, foi chamada Miragaia longicollum.

Estegossauros normalmente são conhecidos pelos membros anteriores e pescoços curtos.

Mas este novo dinossauro tem um número mais elevado de vértebras no pescoço do que a maioria dos saurópodes, conhecidos pela sua cabeça pequena e um pescoço muito longo. Eram os maiores e mais pesados dinossauros que já existiram.

O Dr. Octávio Mateus, da Universidade Nova de Lisboa, disse: "estegossauros são tradicionalmente reconstruídos com uma pequena cabeça, pescoço e membros anteriores curtos, pois se alimentavam da vegetação rasteira.

"Descrevemos um novo dinossauro do Jurássico Superior de Portugal que desafia esta visão tradicional.

"O Miragaia longicollum possuía, pelo menos, 17 vértebras cervicais, mais do que as possuídas pela maioria dos dinossauros saurópodes, famosos por seus longos pescoços".

"Esta nova descoberta indica um nível antes insuspeitado da diversidade ecológica entre os estegossauros".

O Dr. Mateus, cujos resultados da pesquisa são descritos na Proceedings of the Royal Society B, disse que vários elementos do crânio do Miragaia longicollum foram encontrados, representando "o primeiro material recuperado a partir de um estegossauro europeu".

E acrescentou: "A característica mais notável do M. longicollum é o seu longo pescoço, com pelo menos 17 vértebras cervicais".

"O espécime aqui descrito representa um dos mais completos estegossauros da Europa e inclui o primeiro crânio."


Fonte: Telegraph

Futuro robô espacial terá só duas rodas


A experiência de cinco anos dos robôs ‘Spirit’ e ‘Opportunity’ em Marte ditaram novo objetivo: construir um robô pequeno e versátil, capaz de subir ladeiras íngremes, andar sem problemas por terrenos altamente irregulares e entrar e sair de crateras profundas.

Assim, engenheiros da NASA e do Instituto de Tecnologia da Califórnia criaram o ‘Axel Rover’, o mais recente e leve robô espacial, que tem apenas três motores, um para cada uma das duas rodas e um terceiro para controlar uma espécie de braço, que se estende a partir do centro do corpo cilíndrico onde se encontra todo o seu "cérebro eletrônico".

O aparelho tem ainda sistemas de comunicação sem fios e um sistema de sensores inerciais, que o tornam capaz de cumprir o trajeto autonomamente, quaisquer que sejam as características do relevo.


Fonte: Correio da Manhã

À procura do tradutor cósmico


Espaço: Ainda não sabemos interpretar sinais de vida fora da terra.

A Ciência também procura extraterrestres – os astrônomos fazem-no movidos pelo mesmo tipo de convicções do que aqueles que acreditam que não estamos sós no Universo.

Até recentemente, a noção de vida extraterrestre – e muito menos de inteligência – era completamente especulativa porque não podia ser examinada por métodos científicos.

Mas progressos científicos numa ampla frente durante as últimas décadas convergiram para uma certeza: com a descoberta de mais de 300 planetas extrassolares é mais provável que exista vida extraterrestre do que não, onde as condições são favoráveis; de que a vida possa estar amplamente espalhada pelo Universo; e de que existem sérias possibilidades de que a humanidade possa ser capaz de comunicar com outras civilizações técnicas.

Muitos sinais poderão estar a viajar no espaço sideral a caminho do nosso planeta, mas há que encontrar um sistema de tradução que decifre o que querem dizer.

Uma experiência a bordo de um balão estratosférico da NASA detectou recentemente um sinal cósmico misterioso em frequência de rádio.

A descoberta foi anunciada durante a 213ª Reunião da Sociedade Astronômica Americana, por cientistas que participam no projeto ARCADE (Absolute Radiometer for Cosmology, Astrophysics, and Diffuse Emission). A equipe detectou o sinal quando realizava medidas em microondas à procura da energia emitida pelas primeiras estrelas.

A imensa maioria dos objetos cósmicos emite ondas de rádio, mas não existe um número suficiente de galáxias no Universo que possa explicar a intensidade do sinal detectado.

As galáxias teriam de estar praticamente coladas umas às outras, não havendo nenhum espaço entre elas para que o sinal dessas fontes pudesse ser medido com essa intensidade. Será uma mensagem de uma remota civilização extraterrestre?


DIÁLOGOS CÓSMICOS


MENSAGENS RECEBIDAS

1.Geralmente são as antenas parabólicas gigantes que detectam ondas de rádio provenientes de estrelas longínquas mas, desta vez, um misterioso sinal cósmico foi registrado por um balão estratosférico

2. Chips capazes de realizar 50 mil milhões de cálculos por segundo identificam as ondas de rádio que podem ter origem em civilizações extraterrestres e separam-nas do ruído de fundo do Universo

3. O computador analisa os dados facilitados pelos chips e avisa os cientistas quando detecta um sinal que pode corresponder a vida inteligente extraterrestre


HIPÓTESES MAIS VIÁVEIS


LINGUAGEM MATEMÁTICA

Segundo alguns cientistas, se existem extraterrestres inteligentes, estes deviam entender a matemática já que toda a forma de vida inteligente necessita de tratar com constantes de espaço, tempo e matéria

RAIOS LASER

Alguns dos projetos SETI procuram outro tipo de sinais diferentes dos das ondas rádio. Se os extraterrestres utilizassem, por exemplo, raios laser, seria possível detectar a sua luz mesmo a 50 anos-luz. Um método simples para comunicar

MÚSICA

A música como veículo de comunicação é uma velha teoria. Se uma inteligência extraterrestre desenvolveu música esta deveria partilhar características com a nossa pois as escalas que se podem utilizar universalmente só podem ter de 5 a 31 tons


MENSAGENS EMITIDAS


CARTÕES-DE-VISITA CÓSMICOS

As sondas 'Pioneer' 10 e 11 já abandonaram o sistema solar com cartões- de-visita cósmicos: uma placa a bordo nas quais estão gravadas mensagens gráficas. Indica como é o ser humano, o seu tamanho em relação às sondas e a posição da Terra no nosso Sistema Solar

LP PARA EXTRATERRESTRES

Os cientistas da missão 'Voyager' decidiram enviar informações sobre o nosso Mundo e a nossa civilização. A solução óbvia foi fazer uso de uma tecnologia muito conhecida na época: a dos discos LP, capazes de armazenar informação em gravura que uma agulha traduz em sinais electromagnéticos

CONVERSANDO COM O ESPAÇO

É de cientistas do SETI a autoria da emissão da mensagem de Arecibo, enviada em 1974 pelo maior radiotelescópio do Mundo para o agrupamento de estrelas M13, na constelação de Hércules e levará 25 mil anos até ao destino.


Fonte: Correio da Manhã

Encontradas provas dos primeiros passos do Homem


A revista Science anunciou a descoberta de dois conjuntos de pegadas humanas com 1,5 milhões de anos, no Quênia, cuja morfologia difere bastante das encontradas anteriormente.

As diferenças evidenciam uma anatomia do pé humano mais próxima do Homem atual, em que os dedos dos pés se encontram mais alinhados.


Através do tamanho e do afastamento das pegadas, agora descobertas, é possível calcular a altura, o peso e o estilo de passeio destes seres humanos: o Homo Erectus.

Os dois conjuntos de pegadas foram encontrados num monte no Norte do Quênia, próximo de Ileret, por uma equipe de investigadores liderados por Matthew Bennett, da Universidade de Bornemouth, no Reino Unido.


Fonte: Jornal de Notícias

ENCONTRADOS SARCÓFAGOS DE MADEIRA NO EGITO



Arqueólogos japoneses trabalhando no Egito encontraram quatro sarcófagos de madeira em uma sepultura que podem remontar a 3.300 anos, afirmou o governo egípcio na quinta-feira.

A equipe da Universidade Waseda em Tóquio descobriu os sarcófagos antropomórficos em um túmulo no cemitério de Sakkara, a cerca de 25 km (15 milhas) ao sul do Cairo, disse o Conselho Supremo de Antiguidades em uma declaração.



Sakkara, o cemitério da antiga cidade de Memphis, continua a ser uma das mais ricas fontes de antiguidades egípcias. Arqueólogos dizem que ainda resta muitas antiguidades enterradas na areia.

O túmulo continha também três vasos Canópicos de madeira, nos quais os antigos egípcios preservavam os órgãos internos, e quatro caixas com ushabtis, estátuas em miniatura dos empregados que serviriam o morto na outra vida, disse a declaração.



Os sarcófagos não continham múmias porque o túmulo foi assaltado em tempos antigos, mas tem a pintura antiga original em preto e amarelo, mostrando deuses egípcios.

Uma das caixas com ushabtis está em excelente estado e estava fechada, mas a maioria das 38 figuras de madeira no interior foram quebradas. Ela pertencia a um homem com o nome de Tut Bashu, que era o proprietário original de um dos sarcófagos.

Outro sarcófago pertence a alguém chamado Ari Saraa. A declaração não deu pormenores sobre os mortos, mas disse que os enterros datavam do período Ramessida, entre 1.300 e 330 aC.


Fonte: Reuters

Fóssil mostra que peixe pré-histórico fazia sexo


Extinto peixe placodermo

A princípio se achava que era um caso de canibalismo flagrado em fósseis de 380 milhões de anos atrás. Mas novas evidências indicaram que o flagrante era outro: tratava-se de sexo e já feito do jeito como fazem os seres humanos e os tubarões --com a penetração da fêmea pelo órgão do macho.

Estes fósseis de peixes extintos achados na Austrália são a mais antiga prova de reprodução por fecundação interna.



Achar fósseis com detalhes da anatomia interna é algo raro. E foi uma surpresa achar dentro do corpo de antigos peixes placodermos outros menores da mesma espécie.

A primeira interpretação era que os peixes pequenos tinham sido comidos pelo maior. Mas nova análise mostrou que de fato se tratava de embriões, apontando que o modo de reprodução vivíparo (com os filhotes formados dentro do corpo da mãe) era bem mais disseminado do que se pensava.

Os placodermos são peixes com mandíbula que viveram entre 430 milhões a 360 milhões de anos atrás. Os fósseis, achados na Austrália, pertencem à espécie Incisoscutum ritchiei. A descrição está na edição de hoje da revista "Nature".

A análise revelou que o Incisoscutum ritchiei tinha estruturas semelhantes ao órgão reprodutivo dos tubarões machos, o clásper, uma modificação da nadadeira pélvica que funciona como uma espécie de pênis.

A maioria dos peixes atuais é óssea e faz parte da classe Osteichthyes. Os vertebrados terrestres evoluíram de espécies primitivas da classe. Na maioria das espécies a fecundação é externa.

A outra grande classe é a Chondrichthyes, de peixes de esqueleto feito de cartilagem, como tubarões e raias. Todos têm fecundação interna.


Fonte: Folha Online

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Escritor diz que atentado contra João Paulo 2º teria sido planejado no Vaticano


O atentado contra o papa João Paulo 2º cometido na Praça São Pedro, em Roma, no dia 13 de maio de 1981 pelo turco Ali Agca, teria sido ordenado de dentro do Vaticano, com a colaboração de expoentes da máfia, é o que afirma a tese do escritor búlgaro Assen Marcevski.

Em entrevista exclusiva à agência de notícias búlgara Blitz, Marcevski antecipa algumas revelações que irá fazer em seu livro sobre o atentado. A obra deve ser lançada no segundo semestre do ano.

Marcevski foi intérprete do processo contra o búlgaro Serghey Antonov, acusado por Agca de ser um dos mentores do ataque. Em 1986 Antonov, que morreu no ano passado em Sófia, foi considerado pela justiça italiana inocente por falta de provas.

Segundo o escritor, João Paulo 2º pretendia "colocar ordem na casa", canalizar a influência de grupos maçons no Vaticano e, principalmente, a do monsenhor Paul Casimir Marcinkus, diretor do Instituto para as Obras Religiosas (IOR), o banco da Santa Sé, que lavava o dinheiro da máfia ítalo-americana proveniente da venda de drogas.

As intenções de Karol Wojtyla, as mesmas de seu antecessor João Paulo 1º, que morrera de forma inesperada um mês após assumir o Pontificado, fizeram com que determinados círculos do Vaticano, junto à máfia, organizassem o atentado.

Já a escolha por Ali Agca para cometer o crime se deu após ele ter manifestado publicamente sua intenção de assassinar o então papa por razões religiosas.

O atentado contra João Paulo 2º foi cometido durante a audiência geral do Vaticano realizada numa quarta-feira. Wojtyla teve ferimentos no estômago, na mão esquerda e no cotovelo. Desde então, ele sofreu diversos problemas de saúde.

Em 1992, teve um tumor no intestino; um ano depois, deslocou o ombro ao cair de uma escada. Em 1994, após uma nova queda, teve que colocar uma prótese no fêmur.

Embora não reconhecido oficialmente pelo Vaticano, o papa sofria também do mal de Parkinson, o que agravou ainda mais seu estado, até sua morte em abril de 2005.


Fonte: Folha Online

O astrólogo que combateu Hitler


Um aristocrata alemão de pouca importância, amante de charutos cubanos, filho de um nobre com fama de charlatão e de disfarçar-se de mulher, foi a arma secreta dos serviços de inteligência britânicos na hora de derrotar Hitler, e sua missão foi interpretar o horóscopo e os mapas astrais para se antecipar às decisões do ditador nazista e adivinhar sua estratégia.

Adolf Hitler dizia em voz alta que guiar-se pelo conselho dos astros era "uma estupidez própria de mentes infantis", mas na prática contava com os serviços de um astrólogo oficial, Karl Ernest Kraft, e os historiadores crêem que cronometrou o início de algumas de suas campanhas para que os planetas estivessem convenientemente alinhados. Ou seja, era daqueles que não acreditam em bruxas, mas que elas existem, existem.

A Executiva de Operações Especiais britânica (SOE), unidade criada por Winston Churchill durante a guerra para ajudar a resistência nos países ocupados e cometer atos de sabotagem, se desviou de sua estratégia ao contratar o astrólogo berlinense Louis de Wohl -cujo verdadeiro nome era Ludwig von Wohl e se dedicava a fazer os horóscopos da alta sociedade londrina- para que combatesse o líder do nacional-socialismo através das estrelas. Mas nunca ficou claro se a prática contribuiu para a vitória aliada ou resultou em farsa.

As agências governamentais e de espionagem do Reino Unido encarregadas de combater o nazismo tinham entre si os mesmos ciúmes que a CIA e o FBI enfrentam hoje nos EUA. Por isso a decisão de contratar o astrólogo foi recebida com desconfiança no serviço de inteligência britânico.

O MI5, segundo documentos secretos revelados em 2008, considerou a fé no astrólogo uma "idiotice suprema" e tentou minar a imagem do aristocrata de origem húngara como "um homem afeminado de vaidade desmesurada, um propagandista nato cuja afeição pelos uniformes nazistas só é superada pelo gosto a se vestir de mulher".

Mas De Wohl rebateu essas opiniões com um círculo de fãs entre os quais estava o almirante John Godfrey, diretor da inteligência naval, ao qual convenceu da importância de adivinhar -em função do horóscopo- se o Führer estava otimista ou pessimista ao empreender determinada ofensiva.

De Wohl chegou a ser enviado aos EUA para incentivar a entrada de Washington na guerra prevendo uma invasão da América Latina. O astrólogo dizia ter lido nas estrelas que a Itália se aliaria à Alemanha, a data da ofensiva para invadir a Grã-Bretanha e o desenlace da batalha de Al Alamein.

Os céticos alegam que não passava de um fantasma. Mas como Ronald Reagan não tomava nenhuma decisão sem consultar os astros e Cherie Blair instalou sua própria guru espiritual em Downing Street, quem pode acusar Churchill de buscar uma ajuda extra para derrotar Hitler?


Fonte: La Vanguardia

NOVAS INFORMAÇÕES SOBRE O "YETI" SIBERIANO


O All News Web publicou recentemente uma história sobre uma futura expedição planejada pela Universidade de Kemerovo na Sibéria para estabelecer de uma vez por todas se um tipo de Yeti existe no remoto deserto, em uma área conhecida como grutas de Assaz.

As
criaturas
teriam sido vistas por moradores locais durante décadas, e recentemente por caçadores.
Algumas informações interessantes sobre essa história podem esclarecer o mistério ou adicionar à intriga.

De acordo com residentes locais, que afirmam não ter qualquer conhecimento das supostas criaturas, não há Yetis nas proximidades, e o fenômeno é uma fusão de duas questões distintas.Galina, uma bibliotecária da cidade de Kemerovo, afirma que viu ursos na área onde o Yeti foi visto.


Ela acredita que são descendentes de animais que fugiram do zoológico.Também acredita que alguns "homens selvagens" vivem na área. Yuri, um policial, afirma ter visto um.

Segundo
alguns moradores locais, esses "homens selvagens" podem ser simplesmente marginalizados pela sociedade, pessoas que ficaram sem dinheiro, ou possivelmente doentes mentais, que se isolaram na mata, e sobreviveram contra todas as probabilidades.


A alternativa, é que poderia ser uma população de primitivos cavernícolas, mas um número grande de pessoas dúvida disto. Avistamentos de ambos os grupos, por muitos anos, foram confundidos, e se fundiram para criar a lenda dos "negros" das grutas de Assaz.



Fonte: All News Web

Arqueólogos egípcios encontram estátua perto do planalto de Gizé


Arqueólogos egípcios acharam uma estátua de mais de 4.500 anos de antiguidade perto das três pirâmides no planalto de Gizé, principal atração turística no país, anunciou hoje um comunicado oficial.

O Conselho Supremo de Antiguidades (CSA) explicou na nota que a estátua, de 149 centímetros de altura, foi achada a 40 centímetros abaixo da terra, ao norte da pirâmide do faraó Miquerinos (2551-2523 a.C).

A estátua representa uma pessoa que está sentada em um banco simples e que usa uma peruca, explica o texto, e acrescenta que os traços faciais da peça não estão claros, o que dificulta o processo de identificação do indivíduo a peça representaria.

O secretário-geral do CSA, Zahi Hawas, destacou que a estátua não tem inscrições que possam indicar o período no qual foi elaborada.

A descoberta ocorreu durante o projeto de restauração e desenvolvimento das pirâmides de Gizé, que deve terminar em setembro.


Fonte: EFE

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

OVNIS OBSERVADOS NA ÁFRICA DO SUL


Bem conhecido na África do Sul, o show de atualidades, "Carte Blanche", reportou um avistamento OVNI testemunhado por pelo menos uma dúzia de pessoas em Gauteng, não muito longe de Joanesburgo, em 14 de fevereiro de 2009.

O avistamento está sendo investigado por ufólogos sul africanos que não foram capazes ainda de chegar a uma explicação terrena.

O programa Carte Blanche exibiu o testemunho de Teresa Munchick, que estava levando de carro, a sua filha Caitlin, e uma amiga, Lerato Teffo, para casa no Dia dos Namorados, quando avistou as luzes em torno de 11 horas da noite.

"Absolutamente, havia seis luzes, mais brilhantes do que as estrelas e muito maiores do que as estrelas, com aproximadamente 2 milímetros para os olhos humanos. E seu brilho era intenso e variado. Moviam-se - e pareciam andar para a frente. Mas às vezes elas desapareciam." Recordou Teresa.

Loreta, amiga de Teresa, também viu as luzes e deu a seguinte descrição do evento: "Ok - nós estávamos no carro, e depois eu vi essas seis coisas flutuando ali. Três delas fizeram uma espécie de desenho diagonal e três formaram um triângulo.

Para mim elas pareciam círculos de uma cor amarelada, eu fiquei muito assustada. Então, de repente subiram um pouco, foram direto para o céu e desapareceram. "

Algumas testemunhas filmaram o evento com telefones celulares, mas essas imagens não foram liberadas.

O Proeminente ufólogo e pesquisador sul africano, Dr. James J. Hurtak, utilizou o episódio para reiterar a importância e a necessidade da divulgação de informações sobre os OVNIS pelos governos do mundo.


Fonte: All News Web

AVISTAMENTO DE OVNIS NOS CÉUS DE WORKSOP, REINO UNIDO


Vários moradores de Worksop relataram o avistamento de luzes estranhas no céu da cidade.

Pete Godley, 28, da rua Harrington viu um "brilho laranja" acima da sua casa e não soube explicar o que era.

"Havia luzes com a forma de um octágono, e todas elas saíram de uma grande luz brilhante no meio", disse ele.

"Eu estava absolutamente amedrontado e não posso pensar que era outra coisa senão um OVNI."


"Eu geralmente não sou de acreditar nessas coisas, mas certamente não era um avião, ou qualquer coisa parecida."

Outro homem, que enviou um e-mail para o Guardian após ver um relato no nosso site, viu uma linha de luzes "silenciosa" em movimento no céu.

"Vi uma série de luzes aproximadamente as 9 horas da noite de quinta-feira - Eram sete ou oito luzes vermelho brilhante, em uma linha, indo de leste para oeste, subindo, em seguida, giraram e se deslocaram para o sul em direção a Ollerton Road", ele escreveu.

Uma família, que também viu o fenômeno, enviou um e-mail ao Guardian, e disse que estava convencida de que as luzes não eram OVNIS e pensa que há uma explicação simples.

"Na minha opinião, o avistamento OVNI não é real, eu e meus amigos vimos a mesma imagem, como descrita."

" Como estávamos curiosos quanto ao que elas eram, caminhamos para as luzes. Quando nos aproximamos, percebemos que era o reflexo de uma luz brilhando em uma árvore, que espelhava-se no céu, com exatamente as mesmas luzes e padrão".





Fonte:
Worksop Guardian





Encontrada uma explicação natural para alguns casos de OVNIS



Misteriosos Avistamentos de OVNIS podem estar de mãos dadas com um enigmático fenômeno natural conhecido como sprites (elfos) - clarões na alta atmosfera desencadeados por trovoadas.

A dança de luzes que surge acima das tempestades, foi relatada ao longo da história, mas os investigadores não começaram a estuda-la até um registro fotográfico acidental em 1989.

"Os raios das trovoadas excitam o campo elétrico acima, produzindo um clarão chamado de elfo," disse Colin Price, um geofísico da Universidade de Tel Aviv, em Israel. "Agora entendo que apenas um tipo específico de descargas elétricas é o gatilho que inicia os elfos."

Os investigadores detectaram o clarão entre 35 e 80 milhas (56-129 km) a partir do solo, muito acima das 7 a 10 milhas (11/16 km) onde é habitual ocorrer trovoadas. Elfos podem assumir a forma de bolas de eletricidade passeando velozes, embora filmagens anteriores tenham sugerido linhas ou ramificações.

A causa ou função do clarão continua nebulosa, mas Price sugere que poderiam explicar alguns dos relatórios de OVNIS que têm aparecido ao longo dos anos. Isso poderia fornecer algum consolo para os entusiastas dos OVNIS decepcionados com as fraudes ufológicas feitas no passado.

Pilotos de aviões comerciais e jatos militares, assim como astronautas, têm relatado anteriormente avistamentos de elfos, juntamente com um diferente, mas igualmente misterioso fenômeno conhecido como jatos azuis.

Price e seus colegas estão focados nos "Elfos de Inverno", que aparecem apenas no hemisfério norte nos meses de Inverno. Câmeras controladas remotamente, montadas sobre telhados, detectam tempestades que produzem elfos sobre o mar Mediterrâneo.

Técnicas de triangulação também têm permitido aos investigadores calcular as dimensões dos elfos.

"As velas dos elfos estão a 15 milhas de altura, e o agrupamento de velas chega a 45 milhas de largura. Se parece com uma celebração de aniversário enorme!" disse Price. Os elfos podem ter algum efeito na camada de ozônio da Terra, mas os investigadores suspeitam que o impacto global é pequeno.


Fonte: Live Science

Homem sobrevive após ser atingido por um raio em Minas Gerais


Um morador de Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte, sobreviveu a queda de um raio.

Elviro Silva, um operador de máquinas de 45 anos, morador de Lagoa Santa, voltava para casa em torno das 9 horas da noite.

Chovia muito, e quando pegou um atalho por um descampado próximo de sua casa, foi surpreendido por um raio que caiu a poucos metros de onde estava.

Ficou desacordado por alguns minutos, mas conseguiu se levantar e ir para casa, onde foi socorrido por seu filho. Os médicos que o atenderam disseram que Elviro Silva não ficará com sequelas.



Fonte: BandNews


segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

OVNI É OBSERVADO E FILMADO NA FLÓRIDA, E.U.A.


Três homens em um campo remoto de caça no Rio St. Marks, ao sul de Tallahassee, numa área próxima do Golfo do México, avistaram uma estranha luz no céu. Um deles perseguiu o objeto com um 4 rodas e filmou e fotografou o fenômeno aéreo.

David Smith andou quase 5 quilômetros através dos bosques monitorando o objeto, até que o localizou em uma área aberta, que lhe proporcionou uma visão melhor.

Suas fotos digitais não estavam ficando boas, por isso ele trocou para vídeo. O vídeo mostra um objeto mudando de forma. David também percebeu que o objeto emitia um som cada vez que se metamorfoseava - que foi capturado no vídeo.

De volta ao acampamento, os três perceberam que havia dois objetos no céu. Os dois homens que permaneceram no acampamento viram um objeto, enquanto David perseguiu e fotografou o segundo.

















Fonte: Examiner



Cometa "na contramão" será visível na Terra hoje


O cometa Lulin, esverdeado, rápido, vindo de longe, circulando no sentido oposto ao dos planetas e com duas caudas, poderá ser visto no céu com brilho máximo na madrugada de hoje para amanhã, com ajuda de binóculos. Vale a pena: ele não deve voltar por aqui nos próximos milhões de anos.

Já era possível ver o Lulin aumentando o seu brilho no céu havia alguns dias, mas ele atinge agora a sua aproximação máxima com a Terra. Estará a cerca de 60 milhões de quilômetros, menos de metade da distância entre a Terra e o Sol.

Para observar o astro errante no seu momento mais luminoso, será necessário estar em um lugar com céu limpo e longe das luzes da cidade. A Lua, pelo menos, deve colaborar: estará no fim da fase minguante e não ofuscará a observação.

Se as condições forem favoráveis, será possível ver o cometa a olho nu. Ter um binóculo à mão é recomendável. Mas é melhor não contar com o bom tempo: o Sol aparece hoje entre nuvens no país inteiro e pancadas de chuva podem acontecer. Na noite de hoje, o cometa aparecerá perto de Saturno.


Deixando poeira


Quando um cometa se aproxima do Sol, o calor vaporiza a sua crosta de gelo e poeira, que deixa um rastro conhecido como cauda. Segundo Daniela Lazzaro, pesquisadora do Observatório Nacional, a cauda nada mais é, portanto, do que "poeira deixada para trás".

O vento solar, que é uma corrente de partículas carregadas que o Sol emite, joga esses gases para fora de maneira perpendicular à órbita.

Quem olha da Terra para o Lulin, então, vê duas caudas. Mas Tasso Napoleão, diretor da Rede de Astronomia Observacional, diz que, no caso de Lulin, é apenas "uma ilusão de ótica, uma questão de ângulo". "A cauda, na verdade, é uma só", completa.

O Lulin circula em sentido oposto ao dos planetas em torno do Sol. Como a Terra está indo na direção contrária à do cometa, a velocidade aparente do astro será alta.

Estima-se que, todos os dias, ele esteja se deslocando cinco graus no horizonte. Isso significa que, se você esticar seu braço em direção ao céu e olhar para sua mão com os dedos juntos, o cometa percorrerá o espaço de três dedos, aproximadamente.

Quem observar o Lulin com bastante paciência, portanto, poderá percebê-lo se movendo em relação às estrelas.


Cometas podem voltar com frequências que variam de algumas dezenas até milhões de anos. Os cometas de período mais curto, como o Halley, que visita a Terra a cada 76 anos-- vêm de um lugar chamado cinturão de Kuiper (pronuncia-se "kóiper"), a mesma região do planeta-anão Plutão.

Outros cometas, de período longo, como Lulin, vêm de uma região orbital bem mais distante: a Nuvem de Oort, a 50 mil unidades astronômicas (o mesmo que 50 mil vezes a distância entre a Terra e o Sol).

Isso significa que, se a Terra estivesse a um metro do Sol, a Nuvem de Oort estaria a 50 quilômetros (o cinturão de Kuiper estaria a algumas dezenas de metros).

Por isso, os cometas de lá, depois de passarem por aqui, demoram para voltar. O Lulin é um deles e leva milhões de anos para completar uma órbita. O cometa foi visto pela primeira vez em julho de 2007, por observadores asiáticos.

A Nasa (agência espacial dos EUA) apontou o telescópio espacial Swift para o Lulin a fim de tentar entender melhor a sua composição química e encontrar mais pistas sobre a origem dos cometas e do Sistema Solar.

Cometas são de grande interesse para isso, pois acredita-se que sua composição seja semelhante à de corpos que vagavam no espaço antes da formação dos planetas.


Fonte: Folha Online

ATAQUE DE HISTERIA EM MASSA NUMA ESCOLA NEPALESA ASSUSTA EDUCADORES

Naag o deus serpente


Ataques de histeria em massa tem ocorrido nas salas de aula da Escola Secundária Adargar em Karkidanda de Chiti, no distrito de Lamjung há mais de um mês.

Meninas de 10 anos estão sofrendo de desmaios frequentes - dentro das instalações escolares e, por vezes, quando as aulas estão em andamento, afetando negativamente as atividades escolares. Mais de 50 por cento do total dos 400 alunos são meninas.

O diretor Chandra Bahadur Basnet diz que muitas das meninas caem ao mesmo tempo, quase que diariamente.

"Convidamos médicos e xamãs locais para estudar o assunto, mas em vão", disse Dhan Bahadur Kutal, presidente do Comitê de Gestão Escolar.

Segundo ele, as meninas choram e murmuram, tremem os corpos e se queixam de que estão sendo possuídas por Naag (o deus serpente) e outros espíritos malignos, logo que chegam a escola. "De repente caem inconscientes e, por vezes, isso dura mais de 15 minutos."

De acordo com os pais elas não apresentam esses sintomas em casa.

Jagatnath Tiwari, médico no Hospital Distrital da Comunidade, disse que era um problema psicológico, e não qualquer ato de deuses ou espíritos. "As alunas afetadas devem ser orientadas," acrescentou.

Há dois anos atrás, as meninas desta mesma escola sofreram problemas similares que levaram a suspensão das aulas por mais de uma semana.


Fonte: Kantipur Online

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Integrantes pedem permissão de orixás para não incorporar na Avenida


Que religião e Carnaval sempre andam juntos — nem sempre de mãos dadas —, todo mundo sabe. Todos os anos, santos, anjos e orixás marcam presença na Passarela.

Agora não será diferente: quatro das 12 escolas do Grupo Especial vão apresentar enredos que abordam temas ligados ao candomblé e à umbanda: Império Serrano, Beija-Flor, Salgueiro e Viradouro.

Com tanta entidade invocada pelos foliões, é preciso cuidado para não incorporar em plena Sapucaí. Pedir licença aos orixás é a palavra de ordem.

Em 1976, com o enredo ‘Lenda das sereias, rainha do mar’, reeditado este ano pelo Império, várias baianas, filhas de Iemanjá, receberam santo e dançaram no ritmo lento da entidade. “Muitas delas incorporaram.

Até hoje, quando a música começa, a gente sente a força que vem do alto, sente a realeza subindo. Em 1976, isso só trouxe riqueza para nosso desfile”, lembra Vicente Mattos, 69 anos, único compositor vivo do samba-enredo.

Última escola a desfilar amanhã, a Viradouro, que vai falar da Bahia, já sentiu a força dos orixás. Em seu único desfile técnico na Marquês de Sapucaí, dia 25 de janeiro, um homem que assistia ao ensaio da arquibancada recebeu um santo.

Carnavalesco da escola de Niterói, Milton Cunha garante que não foi o único: “Soube de umas 15 pessoas que estavam com o canal aberto e receberam. Houve um arrepio coletivo”.

Milton conta que a concepção do desfile da Viradouro é mística, intuitiva, com canal direto para a África. “Eu tinha desenhado o sexto carro (Nanã) com uma única cabeça virada para trás, com quatro braços.

Tive uma visão em que apareciam duas cabeças, uma nova e uma velha. Depois, fui a um terreiro e vi uma escultura igual ao meu sonho. Meu sonho foi confirmado e o carro, modificado”, explicou o carnavalesco.

Na Beija-Flor, que conta a história do banho, todo o último setor falará do banho de axé e terá 18 alas em homenagem a orixás.

Segundo o diretor de Carnaval e Harmonia da escola, Laíla, todos os integrantes das alas foram avisados de que é obrigatório pedir licença: “Senão, não participa. Doutrinamos para que as pessoas não peguem santo na Avenida.

Pedimos a elas que vão aos terreiros obter permissão para desfilar”. Para o líder da comissão de Carnaval da bicampeã, não pode haver risco de pegar santo e atrapalhar o desfile.

Na escola há 19 anos, o bailarino Cássio Ramos, 32, será o último componente da Beija-Flor a pisar na Passarela. Umbandista, Cássio teve que pedir à sua mãe-de-santo, tia Nadir Amanço, 92 anos, autorização para se caracterizar como Oxaguiã, o Oxalá novo: “Primeiro ela perguntou ao santo se eu poderia desfilar.

Depois, jogou para saber o que eu deveria fazer. Faço isso porque posso entrar na Avenida sem medo para o desfile”, contou Cássio, sem revelar o trabalho que teve de fazer: “É uma coisa muito particular”.

Em 2007, o bailarino também teve que se proteger, pois desfilou na comissão de frente representando Exu. “Muitas pessoas dizem que eu venho incorporado, mas, na verdade, a entidade vem ao meu lado. Eu sou um instrumento”.


TAMBOR CHAMA OS SANTOS NA AVENIDA


Sempre inovando, o mestre de bateria da Unidos do Viradouro, Ciça, vai levar para a Avenida, pela primeira vez, 20 ogãs tocando atabaques junto com os ritmistas.

Eles são os responsáveis pelos toques rituais nos terreiros de umbanda e candomblé. O instrumento é a ponte sonora para chamar os orixás, o que pode fazer com que algumas pessoas incorporem.

“Os atabaques podem chamar os santos e fazer com que as pessoas entrem em transe”, explica o carnavalesco Milton Cunha.

Tema do Salgueiro, o tambor vai marcar presença em toda a escola. Os integrantes da bateria comandada por Mestre Marcão estarão vestidos de ogãs.

Antes de todo desfile, Marcão também pede licença para que tudo corra bem. “Aos meus santos e a todos os santos.

Os dois recuos da bateria têm muita energia. São duas encruzilhadas abertas”, explica o mestre, que tem tatuada nas costas uma imagem do malandro Zé Pilintra.


Fonte: O Dia


Informação complementar:

As cores das escolas de samba geralmente são escolhidas em homenagem a algum orixá, normalmente o da casa de candomblé relacionada mais intimamente com a fundação da escola. Não é a toa também, que a ala das baianas é tradicional, pois faz referência às antigas mães-de-santo que, na Bahia, se vestiam assim.

Fonte: Coleção Memória Afro-brasileira, Caminhos da Alma, Vagner Gonçalves da Silva (organizador) Ed. Selo Negro



Portela: Oxóssi e Oxum (apesar das cores, não é Iemanjá!)

Unidos da Tijuca: Logum ede

Cubango: Obaluaê


Mangueira: Ossaim, Xangô, Oxum

Salgueiro, Estácio: Xangô

Beija-Flor, Império Serrano, União da Ilha, Porto da Pedra, Grande Rio: Ogum


Fonte: Samba, rio, Carnaval

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...